Buscar
  • Redação

Polícia encontra digitais de assessora de Marielle no carro de assassinos da vereadora


A morte da vereadora Marielle Franco continua envolta em mistérios, mesmo após a prisão dos suspeitos de terem assassinado a parlamentar do PSOL, em março do ano passado, no Rio de Janeiro.


Chegou a circular pelas redes sociais a informação de que a polícia teria encontrado impressões digitais de uma assessora da vereadora no carro usado pelos assassinos.

Na verdade, a assessora de Marielle, que não é a mesma que estava com ela dentro do carro quando houve o ataque e a morte da vereadora e do motorista, Anderson Gomes, tocou na maçaneta do veículo usado pelos criminosos.


Ela havia pedido um Uber para ir para casa, viu o carro com características iguais parado e se aproximou. Quando percebeu que o veículo estava ligado, tocou na maçaneta. Em seguida, o carro que ela solicitou pelo aplicativo chegou.


"Ela (a assessora) chega a tocar na maçaneta da porta, percebe que o carro está ligado. Mas rapidamente ela vê o carro que é o carro dela. Ela vê a placa e tal e desiste de puxar a maçaneta (do carro dos assassinos). Talvez nós tivéssemos um outro desenho, são coisas, detalhes da investigação que a gente acaba coletando", explicou o delegado Giniton Lages, da Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro.

199 visualizações

©2019 by transmissão esportiva. Proudly created with Wix.com