Bolsonaro manda jornalistas calarem a boca
Buscar
  • Redação

Bolsonaro manda jornalistas calarem a boca


O presidente Jair Bolsonaro mandou jornalista calar a boca, após fazer critica ao jornal Folha de S. Paulo, nesta terça-feira (5).


O Jornal do Brasil noticiou:


Dois dias depois de jornalistas serem agredidos em uma manifestação a seu favor, o presidente Jair Bolsonaro mandou repórteres calarem a boca, chamou a imprensa de “canalha” e insuflou seus apoiadores contra esses profissionais, ao mesmo tempo em que confirmou a troca do superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, mesmo negando que tivesse influenciado essa decisão.


Depois de tomar posse em uma cerimônia fechada, apenas 20 minutos após sua nomeação sair no Diário Oficial, o novo diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre Souza, teve como seu primeiro ato o convite para que o superintendente do órgão no Rio de Janeiro, Carlos Henrique Oliveira, assumisse a diretoria-executiva da PF em Brasília.


“Não tem nenhum parente meu investigado pela PF, nem eu nem meus filhos. O superintendente está indo ser o diretor-executivo. São 27 superintendentes e ele está indo ser o diretor-executivo. Se fosse desafeto meu e eu tivesse ingerência, não iria para lá. É o 02”, reclamou Bolsonaro.


O cargo de diretor-executivo, como disse o presidente, representa o número dois na hierarquia da PF mas, ao contrário do que parece, não tem função operacional. A diretoria-executiva administra o órgão, não se envolve em investigações ou operações.

0 visualização

©2019 by transmissão esportiva. Proudly created with Wix.com